sexta-feira, 27 de abril de 2012

Aula - Reencarnação Nível 1

REENCARNAÇÃO- HISTORINHA



TROCANDO DE ROUPINHA

Julieta era uma menina muito curiosa. Vivia perguntando à mamãe sobre tudo.
- Mamãe, por que uns nascem ricos e outros pobres? Por que alguns são doentinhos e outros não?
- Vem comigo, Julieta – e levou a filha para perto do guarda-roupas.
- O que isso tem haver com as perguntas que eu fiz para a senhora?
- Vou lhe mostrar - disse Dona Edinalva, abrindo o armário.
E apontando para as roupas de Julieta que estavam dependuradas, começou a explicar:
- Se eu disser, filhinha, que vamos passear e o dia estiver muito frio, mas muito frio mesmo, o que você vai vestir?
- Eu visto alguma roupa bem quentinha
Dona Edinalva pegou então uma blusinha bem fresquinha de Julieta.
- Essa roupa aqui serve?
- Não, mamãe. Tem que ser roupa de frio...
Dona Edinalva pegou uma blusa de lã bem quentinha.
- Essa serve?
- Ah, sim! Essa serve se o tempo estiver bem frio.
Dona Edinalva pegou um vestido de festa de Julieta e perguntou:
- E essa, serve para nadar?
- Não, mamãe! Essa não!
Dona Edinalva pegou a roupa de banho de Julieta.
- E essa?
- Ah, sim! Essa serve para nadar...
Ainda com a roupa de banho na mão, ela perguntou:
- E se formos a um aniversário à noite, de uma de suas amiguinhas, essa roupa serve?
- Não, mamãe! Tem que ser essa... – disse Julieta pegando o vestidinho de festa que a mamãe tinha colocado no armário.
- Muito bem, filha! – disse a mamãe.
- Mas o que isso tem haver com as perguntas, mamãe?
- Ora minha filha, veja seu corpinho ali no espelho. Seus cabelinhos, seus olhinhos, seus bracinhos... Tudo isso é uma roupinha do espírito, sabia?
- Roupinha?
- Sim. Lembra lá nas aulinhas de Evangelização? Você aprendeu que nós somos todos espíritos e que o espírito nunca morre, não é?
- Pois é. E o corpo é a roupa que o espírito precisa vestir para encarnar. E cada corpinho é uma roupinha especial para as necessidades de cada pessoa. Do mesmo modo que você pode trocar a roupinha conforme o tempo e conforme a necessidade, o espírito troca de corpinho conforme precisa. Por isso é que tem tantas diferenças entre as pessoas: é por causa da necessidade de cada um.
- Mas mãe, algumas pessoas têm o corpinho doente. Isso é castigo de Deus, então?
- Não filhinha! É apenas o corpinho necessário ao aprendizado do espírito nesta encarnação. Com a reencarnação, o espírito troca de corpo, assim como você troca de roupa. Só porque ele tem o corpinho doente nesta vida, não quer dizer que vai ficar assim para sempre. Quando for necessário, ele trocará de corpinho!
- Nossa!
- E tem mais, filha. Essa roupinha, que é o corpo físico, é uma roupinha emprestada por Deus. Então, temos que cuidar muito bem dele. O que você acha quando alguém te pede emprestada alguma coisa e te devolve ela toda quebrada?
- Eu fico triste, mãe. Fica parecendo que a pessoa que pediu emprestado nem ligou! Não tem responsabilidade.
- Pois é! Por isso, temos que devolver o corpinho para Deus no melhor estado possível, não é?
- Então mamãe, um dia, eu também vou trocar de corpinho?
- Todos nós, querida. Todos nós aqui no plano físico, nascemos, vivemos, envelhecemos, desencarnamos, vamos para o plano espiritual e depois nascemos novamente em outro corpinho. É a reencarnação! 




















terça-feira, 17 de abril de 2012

Aula - Família

Família

Deus criou os seres humanos, os animais e as plantas. Assim, existem as famílias dos seres humanos, dos animais e das plantas.

As famílias dos seres humanos geralmente vivem em uma mesma casa, mas também pode ocorrer que morem em casas separadas, quando os pais se separam ou os filhos crescem e vão morar fora sozinhos ou com o marido, a esposa e os filhos. A família é composta pelas pessoas que convivem com a gente.

As pessoas de uma família costumam compartilhar do mesmo sobrenome, que vem de herança de um parente em comum, geralmente bem antigo.

A família é formada pelos nossos pais, irmãos, avós, tios e primos.

  • Os nossos pais se uniram e formaram a nossa família.
  • Nossos pais também têm pais
  • Os pais dos nossos pais são os nossos avós
  • Os pais do nosso pai são os nossos avós paternos
  • Os pais da nossa mãe são nossos avós maternos
  • Os irmãos e irmãs dos nossos pais são nossos tios
  • Os filhos dos nossos tios são nossos primos

Às vezes nossos pais se separam e formam uma nova família. Quando a nossa mãe se une com um homem que não é nosso pai, ele passa a ser nosso padrasto. E quando o nosso pai se une com uma mulher que não é nossa mãe, ela passa a ser a nossa madrasta.

Os filhos da nossa mãe com o nosso padrasto são nossos irmãos também. O mesmo acontece com os filhos do nosso pai com a nossa madrasta. Se os nossos pais adotarem uma criança, ela também será parte da família. Não será nosso irmão de sangue, mas será nosso irmão de amor.

Uma família não é formada somente de laços de sangue, mas de laços espirituais. Os familiares que já desencarnaram continuam fazendo parte da nossa família, mas moram no plano espiritual.

Apesar das diferenças, todos vão aprendendo a viver em grupo. Cada um tem a família certa para o seu crescimento e convive com as pessoas que podem lhe ajudar a evoluir moral e espiritualmente. O lar é um local onde se aprende muitas coisas importantes, que vão ser úteis por toda a vida e até para as reencarnações seguintes.

Cada integrante da família tem um papel importante, e todos juntos, com atitudes de amor, de educação e bons sentimentos devem incentivar a união e o respeito entre os familiares e o amor a Deus e ao próximo.

Desenhos para colorir:





Histórias:

Aula - Pré-Mocidade e Mocidade - Reencarnação

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Deus : Pai e Criador


Introdução

Distribuir as três formas geométricas (abaixo) por todos (ou alguns) elementos do grupo. Pedir que cada um crie alguma coisa com as três formas.




Solicitar que apresentem o seu trabalho, dizendo alguma coisa sobre ele. Iniciar um diálogo sobre o aspecto gratificante do ato de criar.


DESENVOLVIMENTO:

1. Apresentar gravuras, fotos de belezas naturais e/ou apresentar algumas flores naturais.

2. Comentar que, ao vermos alguma coisa bonita, ficamos logo curiosos para conhecer o seu autor.

EX: Um desenho bem feito, um quadro bem pintado, uma roupa bem feita, etc.

3. Continuar comentando que criamos uma grande admiração por quem consegue fazer algo bem feito. Comparar os trabalhos das formas geométricas com gravuras e perguntar se poderíamos ser os autores daquelas maravilhas.

4. Estender a conversa até que concluam que o autor das belezas naturais é Deus.


5. Lembrar que muitas vezes, não percebemos as coisas que Deus faz e que chegamos a passar por cima de alguma delas. Precisamos estar atentos para perceber o que nos rodeia, pois, admirando as belezas divinas, estamos também louvando a Deus.

6. Narrar a história: "NO MOURÃO DA ANTIGA CERCA" - Livro "Bem-Aventurados os Simples" - Valérium - pág. 45.



História
NO MOURÃO DA ANTIGA CERCA.

O crânio de boi estava engançhado no mourão da antiga cerca. Feio, Sujo, Ressequido. Um chifre fraturado... O viajante aproximou-se, curioso... censurando o mau gosto de quem colocara ali semelhante espantalho.
...E adiantou-se com o propósito de atirá-lo a distância, quando viu dentro uma cabeça pequenina de um filhote de sabiá assustadíssimo...
Admirado, o visitante inspecionou o outro lado da caixa de ossos e descobriu, ainda mais surpreso, que no recôncavo havia mimoso ninho, habitado por outros filhotes.
Sensibilizado, recordou a orquestra dos sabiás que o despertavam no verão e exclamou em voz alta:
_Ora vejam! Deus situou aqui o lar dos meus pequenos companheiros!
E respeitando o estranho abrigo, seguiu caminho afora...

Valérium- Psicografia de Waldo Vieira
Livro: "Bem-Aventurados os Simples" pág. 45
Add caption
7. Deixar que comentem a respeito, esclarecendo: "Ainda mesmo nos aspectos mais desconcertantes da Natureza, a vida revela sabedoria.
Em razão disso, aprendamos a dignificar o patrimônio terrestre, enaltecendo em sentimentos e ideais, atos e palavras, o lado melhor de todas as coisas e de todos os seres, sem abatimento e sem pessimismo, pois a Glória Divina, em toda parte, deita raízes na Infinita Beleza e e levanta-se, magnífica, nos pedestais do Infinito Amor. " (Valérium)

8. Distribuir as atividades anexas, para que sejam desenvolvidas pelas crianças.



O Melhor é Viver em Família. Série Evangelização no Lar.
Vol. 3

Sugestão de Filmes

IRMÃO URSO
Add caption
IRMÃO  URSO
Clique e Assista

http://www.saudadeeadeus.com.br/filmes.htm


Em busca de vingança por seu irmão ter sido morto por um urso, o índio Kenai acaba sendo amaldiçoado pelos espíritos da floresta e é transformado em um urso. Obrigado a viver sob a nova pele, ele começa a ver a realidade sob a ótica dos animais. Logo faz amizade com outro urso, Koda, mas se vê em apuros quando seu próprio irmão começa a caçá-lo.
Sitka, Denahi e Kenai são três irmãos muito unidos. Quando Kenai ganha seu totem (o urso do amor) não entende, pois ele acha que os ursos são monstros e não amam. Quando eles vão tentar recuperar uma cesta que um urso roubou, Sitka luta com o urso, mas acaba por ser morto quando a geleira em que eles estão se rompe. Com isso Kenai mata o urso para vingar a morte de seu irmão. Mas os espíritos ancestrais e também seu irmão Sitka o transformam em um urso. Kenai fica desesperado para voltar á sua forma humana, então procura a Xamã da sua aldeia para lhe ajudar, ela diz que o único jeito é ele ir até a montanha onde as luzes tocam o chão(aurora boreal) e encontrar seu irmão Sitka.
Durante sua viagem ele encontra Koda, um ursinho orfão que fala demais e adora salmão. Eles resolvem ir até a Corrida do Salmão, um lugar cheio de cahoeiras, ursos e muito salmão! E a montanha onde as luzes tocam o chão fica perto de lá. Lá a ligação entre Kenai e Koda se fortaleçe, e também é lá que Kenai descobre algo que pode mudar sua vida. Esse é um clássico da Disney, um filme muito emocionante onde Kenai descobre que os ursos não são monstros como ele pensava, e que também amam.

Título Original: Brother Bear
Gênero: Animação/Desenho
Direção: Aaron Blaise, Robert Walker
Elenco: Joaquin Phoenix, Selton Mello, 
Jeremy Suarez, Bernardo Coutinho
Tempo: 85 min.
Lançamento: 2003



Espitirinhas

O Ateu: Religião


quinta-feira, 5 de abril de 2012

Páscoa

Cestinha de Coelho

Esta cestinha de coelho é muito fofa, você pode confeccioná-la como porta ovos de páscoa 
ou para colocar guloseimas.





Molde:




"Amados, se Deus assim nos amou, também nós devemos 
amar uns aos outros."
(1 João 4:11)

Aula



Cenário da Ressurreição de Jesus




Usando prato descartável confeccione o tumulo onde Jesus foi sepultado, palitos de picolé para representar as cruz de Jesus e dos ladrões e imprima as imagens do anjo que falou às mulheres que Jesus havia ressuscitado e de Jesus:







"Por que buscais entre os mortos aquele que vive?
Ele não está aqui, mas ressuscitou."
(Lucas 24:5-6)

Páscoa - Mocidade e Adultos






lubeheraborde.blogspot.com.b