domingo, 7 de abril de 2013

A Árvore Generosa


Animações

Cenas dos curtas.
Saudações!

Para quem ainda não sabe, estou tentado trazer dicas de vídeos, clipes e animações que são excelentes formas de trabalhar com jovens, crianças e adultos.

Hoje vamos falar sobre animações.

No sábado tivemos uma aula muito bacana que começou com uma excelente animação. E, por isso, tive que passar por aqui.
Talvez a maioria de vocês já conheça.
Trata-se de " O homem que plantava árvores" e ao assistir eu soube o motivo do filmete ter ganhado um Oscar.
Não desejo tecer comentários. Assistam por si mesmos e identifiquem os mais vastos temas que podem ser trabalhados a partir da história do "pobre" pastor.
É a prova viva de que podemos fazer muito.


Outra animação que SIMPLESMENTE amo é esta: " The Year of the rat"


Esta animação foi utilizada para a "COMEM - Encontro de Mocidades Espírita de Magé". E, é fantástica.

Assista. Tenha a certeza de que você não perderá minutos de seu tempo.
Até. ^^

Atenção: para baixar os filmes - basta você baixar um programa específico. Já falamos disso aqui no blog. Segue novamente o link do Vdownloader (programa que baixa vídeos do youtube. É só baixar e instalar na sua máquina.)

http://artedeiralem.blogspot.com.br

O Homem que Plantava Árvores


Dinâmica

Dinâmica: Amor em Movimento


Olá, amigos evangelizadores!
Como vão?

Esta semana venho estudando algumas obras necessárias para a prática da Evangelização e devo fazer algumas considerações em um artigo próximo aqui no blog.
Enquanto isso, deixo para vocês uma nova dinâmica bolada por nós.

Infelizmente, não consegui tirar fotos porque, né, estava no meio da galerinha e aí, é difícil. ( a máquina digital se tornou uma das minhas maiores aliadas para registrar as atividades da Mocidade.)

Dinâmica: AMOR EM MOVIMENTO

Número mínimo 10 pessoas ( quanto mais jovens, mais interessante fica.)

 Confeccionar um dado grande, de papel cartão. E um saquinho com os nomes dos integrantes da Mocidade. (há um modelo de dado no site Amiga da Educação - mas também sugiro encapar com papel colorido uma caixa quadrangular e colar as figuras nas faces. Infelizmente, o meu dado de papel cartão não foi muito resistente e lá para o meio da dinâmica já estava meio "caidinho". Por isso, não consegui tirar uma foto bacana do dado.)


Este dado é um dado especial: em cada face há uma ação de carinho a ser realizada (abraço, elogio, aperto de mão...). Você pode inventar outras ações se desejar. Abaixo você encontrará as figuras para serem coladas.


Como se joga?


Deve se escolher alguém para iniciar a dinâmica. 

Sugerimos o próprio evangelizador, pois seu nome não está incluído no saco de nomes. 
Um nome será sorteado pelo evangelizador no saquinho de nomes e após, ele deverá jogar o dado. Feito isso, ele deverá aplicar o gesto tirado no dado na pessoa sorteada no saco de nomes.

Após aplicar o gesto, a pessoa que foi cativada deverá ficar de braços dados com quem a cativou. (começa a se formar um elo. Uma corrente)


E o cativado fará o mesmo, jogará o dado e sorteará um nome. A ação que sair no dado deverá ser executadapelo par na próxima pessoa a ser cativada e assim por diante. Os cativados devem se juntar a corrente e todos deverão realizar a ação tirada no dado, juntos.

Teremos assim uma enorme corrente de cativadores e cativados ao final da dinâmica. O que queremos demonstrar é que o amor contagia e conquista, como uma verdadeira corrente. 

Aproveitar a corrente da dinâmica e formar um círculo para a oração final.

Gostou?
Conta para gente como foi se você aplicar em seu grupo de jovens!
=*

Abaixo as figuras para você colar nas faces do seu dado. É simples: só clicar na imagem e salvar na sua máquina.
Figura 1 - recorte e cole.

Figura 2

Figura 3
http://artedeiralem.blogspot.com.br

Arte e Espiritismo

Atividade: As Flores Dorminhocas

Saudações!
Hoje foi um dia bastante produtivo envolvida com o retorno de nossas atividades no campo da 
Outro exemplo.
dramatização. Mas, embora cansada, aqui estou para deixar um dos trabalhos produzidos por nossos jovens no curso de capacitação. Peço que os amigos que me visitaram e solicitaram algumas atividades, tenham calma. Não os esqueci. E vou enviar as atividades solicitadas. =)
Flores Dorminhocas construídas.
É bastante simples, mas é possível realizar várias dinâmicas com as flores dorminhocas. Elas despertam quando colocadas na água e se abrem, cada uma em seu tempo, para revelar o que há em seu interior. Então, lance mão de sua imaginação e utilize as Flores Dorminhocas como desejar! Vale para "pequenos" e "altinhos", só depende mesmo do tema da sua aula.

Nós utilizamos as flores em diversas ocasiões. Como esta que ilustra o post. Fizemos uma confraternização Havaiana - com direito a comidinhas e folhas de bananeiras - e realizamos uma dinâmica onde cada flor continha uma palavra de incentivo. Para descobri-la? Bastava colocar a flor em uma bacia de água e ter a paciência para vê-la desabrochar.

Abaixo, o anexo. Basta copiar, imprimir e utilizá-la de molde. Use papéis para dobraduras ( que já são coloridos) ou o próprio sulfite ( você pode até pedir para que seus evangelizandos pintem).
Florzinha aberta com a mensagem.

ANEXOS:
Infelizmente, não me recordo da fonte deste material. Assim que descobrir, posto aqui.

Artigo

Crianças do Século XXI.


As crianças de hoje surpreendem pela sua incrível capacidade de lidar com engenhocas tecnológicas. Assustam adultos de mais de trinta anos que sentem algum desconforto frente ao computador, a botões e máquinas eletrônicas sofisticadas.


Os garotos da atualidade assistem em tempo real ao que ocorre em locais distantes de onde se encontram e estão habituados a conquistas científicas.



Tudo isso leva pais a se considerarem ultrapassados, endeusando os filhos ou considerando-os verdadeiros gênios.



Por mais que ajam com certa autonomia, as crianças de hoje, como as de ontem, têm necessidade dos adultos para lhes dizer o que fazer e o que não fazer.



Os pequenos gênios fazem birra, esperneiam e até fazem greve para conseguirem o que desejam.



Precisam de um basta que interrompa sua diversão com o game quando a hora é a da refeição, do banho ou da escola.



Necessitam receber não para regular a sua rotina e sua saúde.



Precisam de disciplina. E disciplina se faz com limites.



É um erro tratar as crianças simplesmente como cérebros ansiosos por mais e mais conhecimentos.



Elas necessitam de experiências afetivas, motivo pelo qual não podem dispensar as brincadeiras com outras crianças.



Assim como elas precisam da imposição dos limites pelos adultos, necessitam dos conflitos com seus amiguinhos para aprenderem a se relacionar com pessoas e coisas.



O mundo necessita de homens capazes de amar, de respeitar o semelhante, de reconhecer as diferenças, de pensar, muito mais do que de gênios sem moral, frios e calculistas.



A ciência, sem sentimento, tem causado males e tragédias.



Preocupemo-nos, pois, em atender a busca afetiva dos nossos filhos. Permitamos que eles convivam com outras crianças, que criem brincadeiras, usando a sua criatividade.



Busquemos ensinar-lhes, através da experiência diária, os benefícios do afeto verdadeiro, abraçando-os, beijando-os, valorizando seus pequenos gestos, ouvindo-os com atenção.



A criança aprende o que vivencia. O lar é a primeira e fundamental escola. É nele que se forma o homem de bem que ampliará os horizontes do amor, nos dias futuros. Ou o tirano genioso que pensa que o mundo deve girar ao seu redor e somente por sua causa.



* * *



Mesmo a criança considerada um gênio precisa de cuidados elementares para crescer emocionalmente.



Para se tornar, de fato, uma pessoa com capacidade de criar, produzir e desfrutar junto com os outros, a criança precisa de afeto.



As crianças de hoje não amadurecem emocionalmente mais rápido do que as de antigamente.



Elas continuam a ter medo do desconhecido, a se alegrarem com pequenas coisas, a se sentirem infinitamente tristes pela perda de um animal de estimação.



São todas experiências importantes para a formação e o aprendizado emocional do ser humano, devendo ser valorizadas em todos os seus detalhes.



Redação do Momento Espírita com base em artigo
intitulado Cérebros e corações para o Século XXI,
do jornal Gazeta do povo de 2 de janeiro de 1999.
Em 20.07.2010.