terça-feira, 27 de novembro de 2012

Natal - Teatro

JESUS AOS DOZE ANOS




 NARRADOR: José era um homem muito religioso e muito dedicado à sua família. Ele sempre estava ajudando,na sinagoga,no trabalho ou na comunidade. José,em seu amor ao Pai Celestial,um dia durante a ceia disse a esposa:

JOSE: Maria, precisamos nos dedicar mais às coisas de Deus, nosso Pai.

MARIA:O que gostaria de fazer então,meu marido?



JOSÉ:- Que todos os anos, como é tradição, fizéssemos juntos uma peregrinação ao Templo de Jerusalém, nossa cidade sagrada.

NARRADOR: Páscoa é a festa em que o povo judeu comemora a sua libertação do Egito por Moisés. A ida a Jerusalém por ocasião da Páscoa, tornou-se um hábito para José e sua família. Certa vez, estando Jesus com doze anos de idade, José reuniu a família e foi para Jerusalém observar a Páscoa. No último dia, Jesus afastou-se da família permanecendo no templo. Havia dois sacerdotes sentados no canto conversando. Jesus aproximou-se deles justamente quando um deles acabava de ler o versículo 27 do capítulo 1 da Gênese.

 SACERDOTE 1 –“E criou Deus o homem à imagem”.



 SACERDOTE 2 –Nesse caso, Deus se parece conosco e, por sua sabedoria,deve ser um ancião!

SACERDOTE 1 –Não! Não! Deus não envelhece nunca, deve ser jovem e belo! (ENTRA JESUS EM CENA).



JESUS: Caros senhores,se querem conhecer a Deus, tal qual Ele é em verdade,conheçam primeiro a si mesmo.



SACERDOTE 1 – Quem és? Ó sábio menino?



JESUS:- Eu sou Jesus de Nazaré, filho de José, o carpinteiro. Tenho vindo todos os anos a este Templo para adorar a meu Pai Celestial.

SACERDOTES 1 E 2- A seu Pai Celestial?

JESUS: Sim, aquele que nos criou,a todos e a tudo,sendo a causa primária de todas as coisas,a quem devemos amar de todo coração.



(OS OUTROS DOUTORES DA LEI VÃO SE APROXIMANDO) 

JESUS:Para que Abraão foi retirado de sua cidade na Caldéia?



SACERDOTE 3 – Para formar um grande povo!



SACERDOTE 4 – Para ser o pai de uma grande descendência!



JESUS:Abraão foi chamado a formar um povo crente no Deus Único para que pudesse receber o Messias, Redentor do Mundo,aquele que será o Caminho, a Verdade e a vida. (JESUS APANHA UM PERGAMINHO,ABRE E LÊ).



JESUS:- “E em tua semente serão benditas todas as nações da Terra,porquanto obedeceste à minha voz.”

HASABIAS:-Jesus,filho de José responde-me o seguinte: como poderei reconhecer um profeta que realmente venha da parte de Deus?

JESUS:-Quando reconheces que uma árvore é boa?



HASABIAS: - Pelo bom fruto que ela dá!...



JESUS:ASSIM TAMBÉM SERÁ COM OS PROFETAS!



EFRAIM DE BETEL:- Quando se dará o grande dia do Senhor,anunciado por nosso profeta Isaias?



JESUS:-Sois leitores dos textos sagrados e ainda não sabeis que este dia está próximo?Elias não tardará e virá como a voz que clama no deserto,abrindo caminho para o filho do Homem.



EFRAIM BARJONAS:- Então...Elias será esta voz?...(admirado)



JESUS:-Como não?Não leste por ventura os escritos de Malaquias?

 IOSEHPH: “Eis que eu envio o profeta Elias antes que venha o grande dia do Senhor.” (Abre as escrituras no livro de Malaquias e encontra a profecia)

ELIAQUIM DE DALMANUTA: - Como reconheceremos o grande dia do Senhor,quando ele chegar?



JESUS: Não observaste por acaso o aviso de Isaías? “Sabereis que o dia do Senhor é chegado quando os olhos dos cegos forem abertos, os ouvidos dos surdos também se abrirem, os coxos saltarem, os leprosos ficarem limpos e a língua do mudo cantar.”

NARRADOR:A discussão se prolongou e cada vez mais os doutores da lei ficavam admirados com as respostas de Jesus. Os dias da Páscoa haviam terminado e após um dia de viagem de volta, Maria deu pela falta de Jesus.

MARIA:- José, nosso menino não está entre nós. Deve ter se perdido pelo caminho.



NARRADOR: José sai à procura de Jesus e 3 dias depois o encontra no Templo entre os doutores interrogando-os e dando palpites desconcertantes para aqueles estudiosos.



ELIAQUIM: - Como sabes estas coisas,deves saber mais.Nós todos esperamos o Mestre e o aguardamos com esperanças,pois Isaías predisse que virá com prudência,será engrandecido, elevado e sublime. Que disses a isso?



JESUS:Ele virá, mas vós não o reconhecereis...

ELIAQUIM: -Como poderá ser isso?Que dizes? Como não o reconheceremos? (Durante a conversa os pais de Jesus entram no templo à sua procura) (Maria corre ao encontro de Jesus e o abraça comovida)

MARIA:Filho,porque fizeste assim para conosco?Eu e o teu pai te procurávamos ansiosos. Há três dias que andamos por toda parte e só agora te encontramos!... (José também aproxima aliviado)



JOSÉ:- Filho,por que não me avisaste e nos deixaste tão preocupados?



JESUS: Por que me procuráveis? Não sabeis que me convém tratar dos negócios de meu Pai?

NARRADOR: Juntos,saíram do Templo e juntaram se aos outros para a longa viagem de volta, rumo a Nazaré. No templo permaneceram alguns Doutores da Lei, estudiosos das Escrituras, cheios de dúvidas, tentando desvendar as informações do menino que lhes surgira de modo tão inesperado e com tantas idéias novas.



Terminar cantando a música: Jesus aos doze anos. 



 TEXTO:Adaptação do Livro “JESUS AOS DOZE ANOS”,de Lamartine Palhano Júnio 
Grupo Espírita Joana D'Arc

http://aartenaevangelizacaoespirita.blogspot.com.br/

Nenhum comentário: